Danças De Valores Em Investimento Real Do Estado Na Catalunha Para 2019 1

Danças De Valores Em Investimento Real Do Estado Na Catalunha Para 2019

Segundo a persistência terceira do novo Francês , Catalunha tem que receber investimentos, o mesmo percentual de tua colaboração para o conjunto da economia espanhola. Segundo o ministro, “não se entendem” as posições de DRC i Cidade e declara que o Francês foi respeitado “ao milímetro”.

O ministro da Economia esclareceu que há uma desarrumação entre os termos de políticas de infra-infraestrutura, entre os quais está o de despesas de pessoal ou o funcionamento das infra-estruturas, e a política de investimento em infra-estruturas. As diferentes valores de investimento que receberá Catalunha apresentadas ontem pelo Governo central, a Autarquia e a Cambra de Avaliar Barcelona exercem suspeitar que qualquer coisa não faz sentido.

  • 63 ” Comentários Gostaria de discutir? Entrar ou cadastre-se
  • 2 Emblema e design gráfico
  • A morte de 33% dos líbios pelos italianos
  • Escola Estadal A Tronadora
  • três Temporada saudáveis 2014-15
  • 1923: Morris, autor de banda desenhada belga, criador de Lucky Luke (f. 2001)

Se pro Governo central o investimento na Catalunha é de 3.195 milhões, valor que Solbes qualificou de “imóvel”, pro Governo da Generalitat o valor que caberia à Catalunha seria 3.445 milhões. Por sua parte, pra Cambra de Avaliar se aplica a persistência terceira do novo Francês, o volume de investimento que necessita receber a comunidade catalã em função nesse 18,8% seria de 3.797,7 milhões. Convergencia i Unió (CiU) foi calculado em 3.982 milhões, o que necessita receber Catalunya o ano que vem, em aplicação do Francês. O presidente do partido, Artur Mas, reclamou ontem o Governo e a Generalidade que proporcionassem dois números diferentes pra quantificar o acrescento de investimentos do Estado na Catalunha. De acordo, Porém, “há que se falar claro e com a Espanha, bem como. Não se atrevem (os socialistas catalães) para colocar as coisas de uma forma clara, porque isto representa mais dinheiro para a Catalunha”.

16 de julho: Malta solicitar de forma oficial a adesão às Comunidades Europeias. Três de outubro: a Reunificação da Alemanha. A região da Antiga Alemanha do Leste passa a fazer fração das Comunidades Europeias. 27 de novembro: Itália assina o Acordo de Schengen.

14 e 15 de dezembro: reúne-Se em Roma o Conselho Europeu. 1991 1 de janeiro: Luxemburgo assume a Presidência do CEC. 28-29 de junho: reúne-Se no Luxemburgo, o Conselho Europeu. 1 de julho: Países Baixos assumem a Presidência do CEC.

Suécia requisitar de forma oficial a adesão às Comunidades Europeias. Vince e seis de novembro-A Comunidade adere à Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO). 9-dez de dezembro: reúne-Se, em Maastricht, o Conselho Europeu. Acordo sobre o projecto de Tratado da União Europeia. 1992 um de janeiro: Portugal assume a presidência do CEC. Sete de fevereiro: É assinado em Maastricht o Tratado da União Europeia, os Ministros de Assuntos Exteriores e de Economia dos Estados-membros.

Dezoito de março: Finlândia requisitar oficialmente a adesão às Comunidades Europeias. Vinte de maio: O governo da Suíça pedir oficialmente a adesão às Comunidades Europeias (contudo a maioria do eleitorado suíço se pronunciar contra a adesão). Dois de junho: Referendo pela Dinamarca, contrário à ratificação do Tratado da União Europeia.

3-quatrorze de junho: A comunidade participa na Conferência do Rio. 26-27 de junho: reúne-Se em Lisboa o Conselho Europeu. Um de julho: Reino Unido assume a presidência do CEC. 2 de julho: Luxemburgo ratifica o Tratado da União Europeia. Trinta e um de julho: Grécia ratifica o Tratado da União Europeia. 20 de setembro: França ratifica o Tratado da União Europeia, a começar por referendo. 26 de outubro: Itália ratifica o Tratado da União Europeia. Quatro de novembro: Bélgica ratifica o Tratado da União Europeia. Vinte e cinco de novembro: Noruega solicitar oficialmente a adesão às Comunidades Europeias. Onze de dezembro: Portugal ratifica o Tratado da União Europeia.